Como calcular a margem de contribuição

Como calcular a margem de contribuição

abril 17, 2018 0 Por Oberle

A margem de contribuição é uma das informações mais importantes para uma empresa que deseja potencializar os resultados financeiros alcançados. Você sabe qual é o valor que permanece na sua empresa após a venda dos seus produtos? Consegue enxergar claramente como cada um deles contribui para a lucratividade?

Muitos empreendedores colocam todos os seus esforços em criar novas oportunidades de vendas e conseguem aumentar a quantidade de produtos vendidos mês após mês. Porém, mesmo com essas ações ainda fica difícil enxergar os resultados no lucro alcançado. Por que será que isso acontece?

Imagine que o preço de um produto não consiga cobrir todos os custos para a sua aquisição, armazenamento e venda. Por mais unidades desse produto que sejam vendidas, a empresa nunca conseguirá aumentar o seu lucro – afinal, a contribuição desse produto é negativa.

Neste artigo entenderemos melhor qual é a importância da margem de contribuição e como você pode calculá-la. Confira.

O que é a margem de contribuição?

A margem de contribuição é um indicador que mostra a contribuição de cada produto para os resultados da empresa. Na prática, trata-se da diferença entre o preço de venda e as despesas variáveis desse produto. O resultado desse cálculo mostra qual é o valor que fica na empresa para o pagamento das despesas fixas e pode se transformar em lucro.

Imagine um produto que é vendido por R$100,00. A visão de que cada venda representa R$100,00 a mais para a empresa está muito errada, pois foi necessário pagar pela compra dessa mercadoria, não é? É exatamente essa a visão que a margem de contribuição proporciona para o empreendedor.

Termos relacionados ao assunto

Margem de contribuição, margem líquida, margem bruta, mark up, ebitda. Esses são apenas alguns dos termos conhecidos entre os empreendedores que geram muita confusão. Você sabe o significado de cada um deles?

Powered by Rock Convert
  • Margem de contribuição: refere-se ao conceito que acabamos de conhecer, sendo o resultado da diferença entre o preço de venda e despesas variáveis.
  • Margem bruta: representa a porcentagem de lucro que fica na empresa após cada venda. Pode ser calculada dividindo o lucro bruto pela receita total.
  • Margem líquida: indica o lucro líquido que a empresa obtém para cada real de receita total. Pode ser calculada através da divisão do lucro líquido pela receita total.
  • Mark up: trata-se de um índice utilizado para fazer a precificação correta dos produtos.
  • Ebitda: é um índice que mostra os lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização – considerando apenas as atividades operacionais.

Como calcular a margem de contribuição?

O cálculo a margem de contribuição é feito com base na seguinte fórmula:

Margem de Contribuição = Valor das Vendas – (Custos Variáveis + Despesas Variáveis)

  • Valor de vendas: é o valor comercial do produto comercializado
  • Custos variáveis: são os gastos relacionados à aquisição de matéria-prima, mercadorias e outros insumos
  • Despesas variáveis: são os outros gastos que variam proporcionalmente ao volume de vendas – como impostos, comissão sobre vendas e frete

Muitos empreendedores ficam limitados a descontar o valor de aquisição de uma mercadoria para revenda, deixando de lado todos esses outros custos e despesas que influenciam diretamente na margem de contribuição. Veja um exemplo de cálculo para entender melhor a margem de contribuição.

Uma empresa efetua a venda de um produto que foi adquirido por R$50,00 pelo preço de R$100,00. Foram pagos R$20,00 de impostos e R$5,00 de frete sobre a venda. Confira a margem de contribuição:

MC = R$100 – R$75,00 = R$25,00

Importância de conhecer a margem de contribuição dos produtos

Conhecer a fundo os custos envolvidos na venda de um produto é de grande importância na tomada de decisões de um empreendedor. Já imaginou se a sua empresa estiver vendendo produtos com a margem de contribuição negativa sem saber disso?

Além de se certificar de que todos os produtos contribuem positivamente para os resultados, você consegue identificar quais deles possuem as maiores margens e focar as ações de marketing neles – potencializando os resultados.

Outra análise que é possível fazer com base na margem de contribuição é sobre o lucro obtido. Conhecendo a margem de contribuição dos seus produtos, basta subtrair todas as despesas fixas para descobri o lucro gerado no período.

Você já conhecia o conceito da margem de contribuição? Gostou das informações apresentadas neste artigo? Deixe o seu comentário!

Powered by Rock Convert